Receita frustra embarque de uma tonelada de cocaína para Alemanha e Bélgica

Receita frustra embarque de uma tonelada de cocaína para Alemanha e Bélgica

Ações executadas na quinta, 5, e nesta sexta, 6, no porto de Santos identificaram entorpecente em contêineres de café solúvel, embalagens e barras de aço-liga

Paulo Roberto Netto e Fausto Macedo

06 de dezembro de 2019 | 17h39

Em apenas 24 horas, equipes da Receita flagraram mais de uma tonelada de cocaína prestes a ser embarcada no porto de Santos com destino à Alemanha e à Bélgica. A droga estava oculta e contêineres com cargas regulares de café solúvel, embalagens e barras de aço-liga.

Foto: Receita Federal / Reprodução

Durante as ações, foram implementadas varreduras de imagens, verificação de campo (pátio) e utilização dos cães de faro da Alfândega de Santos, o que possibilitou a identificação de três contêineres com ‘indícios de contaminação’.

Sobre a ação realizada na quinta-feira

O primeiro contêiner, uma carga de embalagens, tinha como destino o porto de Roterdã, na Holanda, mas a Alemanha como destino final. Uma vez aberto, foram encontradas, junto às portas, oito bolsas contendo tabletes de cocaína. O peso total da droga apreendida é de 259 quilos.

Sobre as ações realizadas na sexta-feira

No segundo contêiner, uma carga de barras de aço-liga que tinha como porto de destino o porto de Antuérpia, na Bélgica, foram encontrados 444 quilos da droga.

Finalmente, no terceiro contêiner, uma carga de café solúvel acondicionado em sacos plásticos e caixas de papelão, também destinado ao porto de Antuérpia, na Bélgica, foram encontrados 326 quilos.

A Assessoria de Comunicação Social da Alfândega do porto de Santos informou que a droga interceptada pela Receita foi entregue à Polícia Federal, que acompanhou a operação a partir de sua localização, e prosseguirá com as investigações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: