Receita acha cocaína na batata doce exportação no porto

Receita acha cocaína na batata doce exportação no porto

Em ação de busca dentro de navio, no sábado,1, equipe da Alfândega em Santos frustrou envio ao porto de Roterdã, na Holanda, de 460 quilos da droga; outros 94 quilos que tinham a Bélgica como destino foram localizados dentro de um trator nesta segunda, 3

Luiz Vassallo e Julia Affonso

03 de junho de 2019 | 16h40

Foto: Receita

A Alfândega da Receita no porto de Santos (SP) encontrou nesta segunda, 3, dentro de um trator que já estava embarcado em um navio, três bolsas de viagem contendo diversos tabletes de cocaína, totalizando 94 quilos da droga. O destino da carga era o porto de Antuérpia, na Bélgica.

No sábado, 1, a Alfândega de Santos já havia localizado outros 460 quilos de cocaína em uma carga de batata doce. A carga estava dentro de um contêiner que aguardava embarque em um terminal do cais santista. Seu destino era o porto de Rotterdam, na Holanda.

Na sexta, 31, a Alfândega de Santos também localizou cocaína diluída em duas latas de 18 litros de óleo de soja.

Houve indicação positiva dos cães de faro e as latas do produto foram separadas para perícia – ainda não é possível dizer a quantidade de cocaína apreendida.

O destino da carga era o porto de Aqaba, na Jordânia, com transbordo em Singapura.

Em todos os casos, a droga localizada pela Receita foi entregue à Delegacia de Polícia Federal de Santos, que prosseguirá com as investigações.

No ano de 2019, a Alfândega de Santos já interceptou mais de 10,6 toneladas de cocaína em cargas de exportação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.