Raquel e procurador-geral da Suíça fecham pacto contra a corrupção

Raquel e procurador-geral da Suíça fecham pacto contra a corrupção

Procuradora-geral do Ministério Público Federal brasileiro e Michel Lauber se reúnem na segunda-feira, 8, para assinatura de declaração conjunta com o compromisso de 'intensificar a parceria no combate à criminalidade transnacional'

Redação

05 de abril de 2019 | 17h39

Foto: Secom/PGR

A procuradora-geral, Raquel Dodge, e o procurador-geral da Suíça, Michael Lauber, se reúnem na próxima segunda-feira, 8, em Brasília, para fortalecer o intercâmbio de informações e a cooperação em matéria criminal, sobretudo em casos relacionados ao combate à corrupção e à lavagem de dinheiro, como os apurados na Operação Lava Jato.

O procurador-geral suíço cumpre missão oficial ao Brasil, informou a Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria.

Raquel Dodge e Michael Lauber vão assinar uma declaração conjunta com o compromisso de ‘intensificar a parceria no combate à criminalidade transnacional’.

Desde que a Lava Jato foi deflagrada, em 2014, a Suíça foi o país que mais cooperou com o Brasil para o andamento das investigações.

Ao todo, foram mais de 200 pedidos de cooperação ativos e passivos entre o Ministério Público dos dois países.

No decorrer de 2018, a Procuradoria-Geral da República viabilizou uma série de reuniões de trabalho entre procuradores do Ministério Público Federal, membros das forças-tarefa e do Grupo de Trabalho da Lava Jato, e delegação de procuradores do Ministério Público da Confederação Suíça.

A última delas foi realizada no início de dezembro entre os procuradores que estão à frente das investigações nos dois países, com o objetivo de ampliar a comunicação e ‘facilitar o diagnóstico de prioridades’.

O procurador-geral suíço também irá participar, com Raquel, de palestra aberta à imprensa na sede da Procuradoria-Geral da República, a partir das 14h30 da segunda, 8.

O vice-presidente do Supremo, Luiz Fux, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, também serão palestrantes no evento.

A palestra vai abordar a cooperação entre Brasil e Suíça em matéria penal.

O evento será voltado a autoridades convidadas e poderá ser acompanhado ao vivo pela TV MPF.

Serviço: Palestra ‘Brasil – Suíça: cooperação internacional para a persecução penal’

Data: 8 de abril (segunda-feira)
Horário: 14h30
Local: Espaço Multiúso, sede da PGR – Brasília/DF

Palestrantes:

Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge
Procurador-Geral da Confederação Suíça, Michael Lauber
Vice- Presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux
Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro

A palestra será aberta à imprensa e, às 17h, a PGR brasileira e o procurador-geral da Confederação Suíça darão entrevista aos jornalistas.

Tudo o que sabemos sobre:

Ministério Público Federal

Tendências: