Quer montar um clube de assinaturas na internet? Confira cinco dicas

Quer montar um clube de assinaturas na internet? Confira cinco dicas

Luan Gabellini*

28 de abril de 2021 | 03h30

Luan Gabellini. FOTO: DIVULGAÇÃO

Não é exagero dizer que o comércio eletrônico brasileiro finalmente entrou na maturidade após a pandemia de covid-19. Nem tanto pelo crescimento em pedidos, faturamento e clientes com a necessária digitalização do varejo por conta das medidas de isolamento social, mas sim pela adoção e consolidação de conceitos e processos que ainda engatinhavam no país e que se popularizam nos últimos meses. O avanço dos clubes de assinatura exemplifica essa realidade. 

Hoje os empreendedores têm a tecnologia necessária para faturar pedidos recorrentes e os consumidores têm confiança nesse modelo de negócio. Por conta disso, é uma das principais tendências dos próximos anos. Entretanto, antes de montar e colocar seu clube no ar, é preciso seguir algumas dicas importantes. Confira: 

1 – Identifique seu nicho 

O primeiro passo, evidentemente, é saber em qual segmento pretende atuar. Atualmente, há inúmeras opções para quem trabalha com clubes de assinaturas, de livros a vinhos, passando por colecionáveis, moda e alimentos. Aqui, o importante é alinhar a experiência profissional do empreendedor com a realidade do mercado. Dessa forma, é possível explorar nichos mais segmentados que atendem uma parcela pequena, mas fiel, de consumidores. Assim fica mais fácil fidelizar os clientes e ampliar sua participação. 

2 – Faça uma pesquisa de mercado

Uma vez definido o nicho, é hora de conhecê-lo profundamente. É preciso saber o perfil do público, incluindo seus desejos, necessidades, poder de compra e, principalmente, o segmento como um todo, incluindo os concorrentes, as oportunidades e os riscos envolvidos. Para essa etapa, a ferramenta mais importante é a pesquisa de mercado, um conjunto de técnicas que funciona para coletar dados, por enquetes ou entrevistas, e transformá-los em insights

3 – Crie seu plano de negócios 

Você já tem informações do mercado e de seu público em mãos e quer abrir logo seu clube de assinaturas. Calma! Ainda há outros passos antes de lançar a empresa. O mais importante deles é o desenvolvimento do plano de negócios. É, sem dúvida, um dos principais documentos que o empreendedor precisa criar e deve englobar todos os aspectos que envolvem a companhia, como gestão financeira, marketing e operação, entre outros pontos. Ele vai funcionar como um guia, orientando os colaboradores no dia a dia do trabalho. 

4 – Estruture sua operação 

Com o plano de negócios concluído, chegou o momento de estruturar a operação do clube de assinaturas. É aqui que a empresa sai do papel e também quando questões fundamentais que envolvem estoque, logística e gestão precisam ser respondidas. O empreendedor precisa criar e alinhar todos os processos para garantir o funcionamento digital, permitindo que a compra concluída no site se transforme em pedido enviado e entregue à casa do consumidor sem nenhum problema no caminho. 

5 – Busque as melhores soluções tecnológicas 

Por fim, o sucesso de um clube de assinatura na internet depende da sua capacidade de automatizar processos e digitalizar a operação. Para isso, é essencial contar com as melhores soluções tecnológicas no dia a dia do negócio. A mais importante delas é a plataforma de gestão e de comércio eletrônico, responsável por administrar e manter o site ativo. A dica aqui é buscar um parceiro que ofereça uma solução multiplataforma, que já traz as principais funcionalidades desse modelo de negócio e que permita a incorporação de outros sistemas igualmente importantes, como plataforma de marketing e logística. 

*Luan Gabellini, sócio-diretor da Betalabs

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.