‘Quem somos. A magistratura que queremos’

‘Quem somos. A magistratura que queremos’

Ao comemorar seus 71 anos, a Associação dos Magistrados Brasileiros, mais influente entidade da toga, lança concurso de artigos científicos para expor a imagem do Judiciário

Rayssa Motta

20 de maio de 2020 | 12h17

A estátua da Justiça, em frente ao Supremo Tribunal Federal. Foto: Dida Sampaio / Estadão

Parar comemorar 71 anos, a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) lançou o ‘1º Concurso de Artigos Científicos do Centro de Pesquisas Judiciais (CPJ/AMB)’. A iniciativa é coordenada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luís Felipe Salomão.

Qualquer pessoa, formada ou não em Direito, pode participar. A única exigência é que o trabalho enviado seja escrito em coautoria com algum magistrado, ativo, aposentado, ou pensionista, associado à AMB.

O tema também é livre, mas precisa ter ligação com pelo menos uma das seguintes pesquisas da própria AMB: ‘Estudo da Imagem do Judiciário Brasileiro’ ou ‘Quem somos. A Magistratura que queremos’.

Os interessados devem enviar os textos até as 18 horas do próximo dia 30 de junho para cpj@amb.com.br.

Aos três trabalhos de maior nota, será concedido o prêmio Ministro Carlos Alberto Menezes Direito, além de inscrição no XXIV Congresso Brasileiro de Magistrados, com hospedagem e passagem aérea para o evento.

Os dez melhores artigos ainda serão publicados pela AMB em seus periódicos. Além disso, os 30 textos que receberem a maior pontuação serão divulgados na revista eletrônica Consultor Jurídico (ConJur).

A divulgação do resultado sai até 30 de julho, no site da AMB.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.