“Quem pode garantir que amanhã não pode ser você?”

“Quem pode garantir que amanhã não pode ser você?”

Em seu Twitter, ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, cita Bob Dylan após ser questionado por brasileiras nas ruas de Lisboa

Redação

15 Janeiro 2018 | 12h12

Gilmar Mendes. FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), citou o cantor Bob Dylan após ser abordado e questionado por duas mulheres em Lisboa. O ministro, que passa férias em Portugal desde o Natal, teve suas decisões criticas pelas brasileiras.

Por meio de seu Twitter, Gilmar escreveu nesta segunda-feira, 15, que ‘Bob Dylan nos mostra o quanto a Justiça penal pode ser injusta’.

“Sua canção Hurricane é sobre o boxeador Rubin Hurricane Carter, preso por quase 20 anos por um crime que não cometeu. Quem pode garantir que amanhã não pode ser você?”, perguntou.

Gilmar é crítico das prisões preventivas e conduções coercitivas na Operação Lava Jato. No ano passado, o ministro acolheu pedidos das defesas e soltou diversos investigados. Na lista, três solturas do empresário Jacob Barata Filho, liberdade para o ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, e ao ex-multimilionário Eike Batista, todos, antes, presos por tempo indeterminado.

Nas ruas de Lisboa, duas brasileiras o questionaram. “O senhor é de uma injustiça imensurável! Inclusive deve estar querendo se disfarçar aqui, né? Andando como um comum dos mortais. Coisa que não é! O senhor não tem vergonha do que o senhor faz pelo país?”

“Mas a gente viu o senhor de longe!”

“A sua cara ninguém consegue esquecer”

“A gente pede para deus levar o senhor para o inferno!”

Em meio a risadas, Gilmar reagiu: “Ai, meu Deus do céu!”

Juristas chegaram a protocolar um pedido de impeachment e a força-tarefa da Lava Jato no Rio pediu sua suspeição para julgar casos relacionados a Barata.

Sempre que questionado sobre suas polêmicas, o ministro tem reiterado que toma decisões com base na Constituição.

Mais conteúdo sobre:

Gilmar MendesSTF