Protagonismo na carreira: o que é, e como alcançá-lo?

Protagonismo na carreira: o que é, e como alcançá-lo?

Dani Verdugo*

21 de junho de 2021 | 04h00

Dani Verdugo. FOTO: DIVULGAÇÃO

Fazer a gestão da própria carreira deixou de ser responsabilidade das empresas há algum tempo. Antes, um profissional passava anos e anos atuando em uma mesma organização. Atualmente, os profissionais transitam muito mais entre as organizações, mercados, áreas e podem até mesmo mudar de profissão radicalmente – uma vez que entendem onde desejam chegar.

E, para isto, é essencial ter um bom nível de autoconhecimento. Este indivíduo precisa fazer um bom plano de ação, executá-lo com afinco e seguir pelo caminho que o permitirá “chegar lá”.

O tal protagonismo nada mais é do que tomar as rédeas, decisões e oportunidades para si, independentemente de fatores externos. Mas, para ser protagonista de sua carreira, além do autoconhecimento, é necessário ter autonomia para tomar as decisões, foco para alcançar cada objetivo, resiliência para mudar a rota tantas vezes quanto for preciso e muita persistência para não esmorecer diante dos desafios que encontrar pelo caminho.

A seguir, algumas dicas práticas para agir como protagonista de sua carreira e colher os frutos desta maneira de conduzi-la.

  1. Invista em autoconhecimento: pois, antes mesmo de começar a traçar um plano, você precisa ter consciência das coisas que gosta ou não de fazer, dos seus valores e do que te move.
  1. Construa um plano formal: utilizando a ferramenta que mais gostar, deixe à vista e o revisite com frequência, fazendo ajustes sempre que necessário. Estes ajustes normalmente não alteram o target fim, mas podem, sim, alterar rotas;
  1. Amplie suas habilidades: conhecer os processos de outras áreas, aprender coisas novas, ajudar pessoas de outros times com demandas pontuais e estar sempre disposto a se atualizar. Logo, você irá descobrir habilidades que nem imaginava possuir, e isto vai acelerar seu processo;
  1. Amplie seu network: aproxime-se e conheça pessoas que possam contribuir para este caminho. Pessoas que poderão lhe ensinar, aconselhar e até mesmo ampliar o acesso às oportunidades;
  1. Faça uma boa gestão do seu tempo: colocando em sua agenda tudo o que poderá contribuir para seu desenvolvimento e retirando tudo aquilo que fizer o contrário. Distrações e procrastinação são ofensoras de uma boa gestão do tempo;
  1. Acredite: sua carreira está em suas mãos, e, uma vez que você assume que seus movimentos não dependerão dos outros, mas sim de você, todas as suas ações e esforços serão recompensados.

*Dani Verdugo, empresária e headhunter, atua com Executive Search na THE Consulting

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.