Promotoria em São Paulo fecha acordo com a Odebrecht

O termo abrange confissão de pagamento de vantagens indevidas entre 2008 e 2014, a agentes públicos, que serão processados por atos de improbidade administrativa

Fausto Macedo e Luiz Vassallo

19 de dezembro de 2017 | 14h24

O Ministério Público Estadual de São Paulo firmou um acordo na área cível com a Odebrecht, que envolve a citação de políticos e gestores públicos e pagamento de multa.

O termo abrange confissão de pagamento de vantagens indevidas entre 2008 e 2014, a agentes públicos, que serão processados por atos de improbidade administrativa.

A Odebrecht prometeu ressarcir os cofres públicos.

A empreiteira fechou acordo de leniência com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica para confessar cartel em obras viárias de São Paulo e no âmbito da construção do Rodoanel

A delação premiada da Odebrecht com a Procuradoria-Geral da República envolve depoimentos de 77 executivos.

Mais conteúdo sobre:

Odebrechtoperação Lava Jato