Promotoria caça ‘fantasmas’ nos gabinetes de seis vereadores afastados de Nova Serrana

Promotoria caça ‘fantasmas’ nos gabinetes de seis vereadores afastados de Nova Serrana

Ação conjunta com Polícia Civil de Minas investiga oito 'funcionários' da Câmara de município a 120 quilômetros de Belo Horizonte com salários de até R$ 2.800 que teriam sido contratados pelos políticos por terem atuado em suas campanhas eleitorais

Pepita Ortega e Luiz Vassallo

07 de maio de 2019 | 12h22

Câmara Municipal de Nova Serrana. Foto: Reprodução/Google Street View

O Ministério Público de Minas deflagrou nesta terça, 7, operação conjunta com a Polícia Civil em busca de ‘fantasmas‘ nos gabinetes de pelo menos seis vereadores do município de Nova Serrana, no interior do Estado, com cerca de 100 mil habitantes, a 120 quilômetros de Belo Horizonte. Os vereadores foram afastados por ordem judicial.

A força-tarefa cumpre 13 mandados de buscas, dos quais 7 na Câmara. Os investigadores querem ter acesso a documentos e arquivos de computadores. Elas vasculham as salas do Departamento Pessoal e os gabinetes de seis parlamentares. Também estão nas residências de dois vereadores.

O presidente da Câmara, Osmar Santos (PROS), é citado na investigação. A reportagem fez contato por email com o gabinete de Osmar, mas ainda não obteve retorno.

Osmar Santos. Foto: Câmara Municipal de Nova Serrana

A investigação foi aberta em 2018, a partir de uma denúncia anônima que apontava a contratação de pelo menos oito ‘funcionários’ pelo critério exclusivo do apadrinhamento.

Os contratados haviam atuado nas campanhas eleitorais dos vereadores. Em troca, foram admitidos sem concurso público por contracheques de até R$ 2.800, segundo a Promotoria. Os investigados nem davam expediente na Câmara, diz a investigação.

COM A PALAVRA, O VEREADOR OSMAR SANTOS

A reportagem fez contato por email e tentou contato por telefone com o vereador Osmar Santos. O espaço está aberto para manifestação.

COM A PALAVRA, A CÂMARA DE NOVA SERRANA

A reportagem tentou contato com a Câmara de Nova Serrana. O espaço está aberto para manifestação.

Tudo o que sabemos sobre:

Nova Serranafuncionário fantasma

Tendências: