Promotoria acusa oito por carteira de estudante falsa no Rock in Rio 2013

Promotoria acusa oito por carteira de estudante falsa no Rock in Rio 2013

Os denunciados vão responder a processo pelo crime de estelionato

Redação

09 Abril 2015 | 18h35

Por Julia Affonso e Fausto Macedo

O Ministério Público do Estado do Rio informou nesta quinta-feira, 9, que por meio da 16ª Promotoria de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos ofereceu denúncia contra oito pessoas acusadas de tentar comprar ingressos para o Rock in Rio 2013 pela metade do preço utilizando carteira de estudante falsa. Eles vão responder pelo crime de estelionato.

“Os denunciados, fraudulentamente, tentaram se valer de benefício concedido à classe de estudantes, que não faziam jus, tudo com objetivo de se locupletarem em prejuízo das vítimas”, diz a promotora Mônica Marques, na denúncia entregue hoje à Justiça.

Rock in Rio 2013. Foto: Wilton Júnior/Estadão Conteúdo

Rock in Rio 2013. Foto: Wilton Júnior/Estadão Conteúdo

De acordo com a denúncia, as tentativas de compras foram efetuadas em outubro de 2012, através de um site de vendas de ingresso online. A empresa, responsável pela venda de bilhetes para o evento, verificou os dados falsos inseridos em seu sistema no ato da compra das meias-entradas e constatou a fraude.

Os oito denunciados têm idades entre 24 e 45 anos. O mais velho nasceu em setembro de 1969 e o mais novo, em 1991. A Justiça do Rio ainda vai decidir se aceita a denúncia do Ministério Público do Estado.