‘Projeto sistêmico de corrupção que sangrou os cofres públicos do Rio’

‘Projeto sistêmico de corrupção que sangrou os cofres públicos do Rio’

Leia a decisão do ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, que mandou prender o governador Luiz Fernando Pezão na quinta-feira, 29, sob suspeita de mensalão e propina de R$ 39 milhões

Redação

03 Dezembro 2018 | 19h12

Ao mandar prender o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), o ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), citou ‘mais um projeto sistêmico de corrupção que assola o Estado, sangrando os cofres públicos e sujeitando a população carioca aos mais diversos dissabores’. Pezão foi capturado na quinta-feira, 29, e pediu liberdade ao Supremo Tribunal Federal nesta segunda-feira, 3.

Documento