Procuradoria quer investigação sobre publicação a favor de vereador nas contas do governo do Pará

Procuradoria quer investigação sobre publicação a favor de vereador nas contas do governo do Pará

Propaganda do candidato Priante (MDB), do mesmo partido e próximo do governador Helder Barbalho, foi compartilhada pelos perfis oficiais do governo paraense, que alega invasão

Paulo Roberto Netto

14 de novembro de 2020 | 05h00

O procurador regional eleitoral no Pará Felipe Moura Palha pediu ao Ministério Público Eleitoral que abra investigação para apurar o compartilhamento de propaganda eleitoral nas contas oficias do governo do Pará. Na tarde de quinta, 12, uma publicação divulgada no Twitter exaltou a candidatura de Priante (MDB), que é do mesmo partido e próximo do governador Helder Barbalho (MDB).

Em nota divulgada nas redes sociais, o governo paraense afirmou que o caso se tratou de uma ‘invasão’. “Já conseguimos recuperar (as contas) e o caso foi registrado na Diretoria Estadual de Combate a Crimes Cibernéticos”, afirmou.

Perfil do governo paraense faz propaganda eleitoral. Foto: Reprodução

Para o procurador eleitoral, o caso pode configurar propaganda irregular e, dependendo das investigações, o episódio pode demonstrar abuso de poder político-econômico cometida por agente público, cuja pena pode levar à perda de mandato.

Como a competência para investigações eleitorais durante o pleito municipal é do Ministério Público, Palha enviou ofício pedindo à Promotoria que apure a divulgação da campanha. O pedido deverá ser distribuído a um dos promotores da cidade.

COM A PALAVRA, O GOVERNO DO PARÁ
Informamos que nossa conta tinha sido invadida na tarde desta quinta-feira (12). Já conseguimos recuperar e o caso foi registrado na Diretoria Estadual de Combate a Crimes Cibernéticos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.