Procuradoria em São Paulo pede a promotores eleitorais alerta total a fake news, riscos de violência e urnas eletrônicas

Procuradoria em São Paulo pede a promotores eleitorais alerta total a fake news, riscos de violência e urnas eletrônicas

Ofício é uma sugestão a partir de experiências observadas durante o primeiro turno das eleições

Redação

16 de outubro de 2018 | 15h42

O procurador regional eleitoral em São Paulo, Luiz Carlos dos Santos Gonçalves, e seu substituto, Pedro Barbosa Pereira Neto, enviaram um ofício circular a todos os promotores eleitorais, sugerindo a adoção de providências em relação a propagação de notícias falsas nas mídias sociais, aos riscos de violência e aos relatos sobre mau funcionamento de urnas eletrônicas.

Documento

O documento ressalta que é necessário que o Ministério Público Eleitoral acompanhe os trabalhos da votação na zona eleitoral sob sua responsabilidade, como já ocorreu no primeiro turno. Incumbe ao MP Eleitoral a promoção das medidas cíveis e criminais, em vista de ilegalidades no processo eleitoral.

O documento é uma sugestão feita a partir das experiências observadas durante o primeiro turno das eleições.

Tudo o que sabemos sobre:

fake newseleições 2018

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.