Procuradoria denuncia ex-presidente do PSL em Mato Grosso do Sul por ‘eu acabo com você’

Procuradoria denuncia ex-presidente do PSL em Mato Grosso do Sul por ‘eu acabo com você’

Promotoria denuncia ex-presidente do PSL em Mato Grosso do Sul, Rodolfo Oliveira Nogueira, por suposta ameaça à senadora Soraya Thronick (na foto), atual presidente da sigla no Estado

Luiz Vassallo

16 de julho de 2019 | 16h40

A senadora Soraya Thronicke (PSL-RJ) Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O promotor de Justiça Ricardo Crepaldi denunciou por crime de ameaça o ex-presidente do PSL em Mato Grosso do Sul, Rodolfo Oliveira Nogueira. Ele teria intimidado, por telefone, a senadora Soraya Thronicke, do mesmo partido, em setembro de 2018, em meio à campanha eleitoral. Soraya é a atual presidente da sigla no Estado.

“Eu vou te avisar, nunca mais passe por cima de mim, escute bem, na próxima que você passar por cima de mim, eu acabo com você, você não sabe do que eu sou capaz, eu vou acabar com você, eu vou arrebentar com você”, disse Nogueira à parlamentar, então candidata, durante a campanha de 2018, segundo representação dos advogados Marcelo Knopfelmacher e Felipe Locke Cavalcanti, que representam Soraya.

Em depoimento à Polícia Civil, ela relatou ter comunicado a Nogueira, em agosto de 2018, que os adversários estavam imprimindo santinhos com a imagem de Jair Bolsonaro, apesar de não estarem coligados, ou serem do mesmo partido, como era o caso dela.

Após não obter resposta do então presidente do PSL regional, que é seu atual primeiro suplente, informou o presidente Nacional da legenda, Gustavo Bebiano, sobre o caso, e foi ‘prontamente atendida’. Após descobrir que ela conversou com Bebiano, Nogueira teria feito a ameaça.

“Consta do incluso auto que no dia 1.º de setembro de 2018, nesta cidade, o denunciado Rodolfo Oliveira Nogueira ameaçou por palavras de causar mal injusto à vítima Soraya Vieira Thronicke”, anotou o promotor.

COM A PALAVRA, RODOLFO OLIVEIRA NOGUEIRA

A reportagem busca contato com o ex-presidente do PSL em Mato Grosso do Sul, Rodolfo Oliveira Nogueira. O espaço está aberto para manifestação. (luiz.vassallo@estadao.com)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.