Procuradores não se intimidam com ingerência política, alerta entidade

Em nota, Associação dos Procuradores da República manifesta "irrestrito apoio" a Janot e à força-tarefa da Lava Jato

Redação

09 de março de 2015 | 14h40

Por Julia Affonso, Ricardo Brandt e Fausto Macedo

Em meio à ofensiva de deputados e senadores que têm criticado a atuação do Ministério Público Federal, os procuradores alertam que “ingerência política” não os intimida. Em nota, a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), mais importante e influente entidade de classe dos procuradores federais, manifestou neste domingo, 8, “irrestrito apoio” ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Rodrigo Janot. Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo.

Rodrigo Janot. Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo.

O chefe do Ministério Público Federal conduz a fase mais aguda da Operação Lava Jato, a que envolve políticos no escândalo de corrupção e propinas na Petrobrás. O texto divulgado pela entidade de classe destaca que os colegas que integram a força tarefa da Lava Jato estão dedicados à apuração do caso.

“É atribuição inalienável dos procuradores da República a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais”, assinala a nota, subscrita por Alexandre Camanho de Assis, procurador-regional da República e presidente da ANPR.

“O procurador-geral e demais colegas, no curso da Lava Jato, vêm apenas primando, com disciplina, sobriedade e esmero, a honrar tais compromissos, sem se deixarem intimidar ou influenciar por qualquer ingerência política”, observa Camanho.

“A ANPR afiança a competência e seriedade com que todas as ações referentes à Lava Jato estão sendo executadas”, diz o texto.

A entidade “assegura à população, firmemente atenta aos desdobramentos do caso, que os procuradores da República estão seguindo com denodo o quanto estabelecem as leis brasileiras, visando tão somente ao seu cumprimento e à proteção do patrimônio público e da probidade administrativa”.

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROCURADORES DA REPÚBLICA

“A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) vem a público manifestar irrestrito apoio ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na condução das investigações da Operação Lava Jato, bem como aos demais membros do Ministério Público Federal devotados à apuração do caso.

É atribuição inalienável dos procuradores da República a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais. O procurador-geral e demais colegas, no curso da Lava Jato, vêm apenas primando, com disciplina, sobriedade e esmero, a honrar tais compromissos, sem se deixarem intimidar ou influenciar por qualquer ingerência política.

A ANPR afiança a competência e seriedade com que todas as ações referentes à Lava Jato estão sendo executadas e assegura à população – firmemente atenta aos desdobramentos do caso – que os procuradores da República estão seguindo com denodo o quanto estabelecem as leis brasileiras, visando tão somente ao seu cumprimento e à proteção do patrimônio público e da probidade administrativa.”

Tudo o que sabemos sobre:

ANPRoperação Lava Jato