Primeira mulher presidente da entidade dos juízes de São Paulo aposta em ‘protagonismo político em defesa da magistratura’

AO VIVO

Eleições: 2020: notícias, resultados e apuração do 2° turno

Primeira mulher presidente da entidade dos juízes de São Paulo aposta em ‘protagonismo político em defesa da magistratura’

Juíza Vanessa Ribeiro Mateus, eleita neste sábado sábado, 23, com número recorde de votos, comandará a Associação Paulista de Magistrados pelos próximos dois anos; a entidade foi fundada há 66 anos

Redação

24 de novembro de 2019 | 15h30

Vanessa Mateus, Miguel Petroni e Thiago Elias Massad, respectivamente presidente, 1º vice-presidente e 2º vice-presidente da Apamagis para o biênio 2020/2021. Foto: Reprodução / Apamagis

Fundada há 66 anos, a Associação Paulista de Magistrados (Apamagis) elegeu neste sábado, 23, com número recorde de votos (1.559), a sua primeira presidente mulher. A juíza Vanessa Ribeiro Mateus comandará maior entidade estadual de magistrados do País pelos próximos dois anos.

A diretoria executiva será composta ainda por Miguel Petroni Neto, 1º vice-presidente, e Thiago Elias Massad, 2º vice-presidente.

Atual 1ª vice-presidente da Apamagis, Vanessa é titular da 8ª Vara Cível do Fórum João Mendes e foi responsável pela instalação do 1º Juizado Especial de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. Começou a carreira como juíza de Direito no Estado de São Paulo em 2000 e, depois de se associar a  Apamagis no mesmo ano, foi tesoureira da entidade no biênio 2014/2015.

Em nota, a próxima presidente da Apamagis sinaliza que pretende trabalhar para fortalecer o ‘protagonismo político’ da entidade, em ‘defesa da magistratura’, atuando em parceria com a Associação dos Magistrados Brasileiros, também comandada por uma mulher, a juíza Renata Gil.

Neste sábado foram eleitos ainda integrantes do Conselho Consultivo, Orientador e Fiscal da entidade:

  • Antonio Raphael Salvador, desembargador aposentado
  • Cláudio Antonio Soares Levada, desembargador
  • Érika Silveira de Moraes Brandão, juíza de Socorro
  • Guiomar Milan Sartori Oricchio, pensionista
  • Jayme Walmer de Freitas, juiz de Sorocaba
  • José Rodrigues Arimatea, atual presidente do Conselho e juiz de Franca
  • Luís Fernando Nishi, desembargador
  • Maria de Fátima Santos Gomes, juíza de São Paulo
  • Maria Domitila Prado Manssur, juíza de São Paulo
  • Pedro Cauby Pires de Araújo, desembargador aposentado
  • Renzo Leonardi, desembargador aposentado
  • Roque Antonio Mesquita de Oliveira, desembargador

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: