PRF apreende R$ 2,5 mi em dinheiro vivo na Régis

PRF apreende R$ 2,5 mi em dinheiro vivo na Régis

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, 'o motorista de 34 anos, morador do bairro de Moema, em São Paulo, pareceu um pouco nervoso na apresentação dos documentos e conversa'

Luiz Vassallo e Fausto Macedo

28 de junho de 2019 | 17h46

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu um motorista com R$ 2.552.236,00 em uma picape na no km 430 da rodovia Régis Bittencourt, em Registro, região do Vale do Ribeira.

Segundo a PRF, ‘o motorista era um homem de 34 anos, morador do bairro de Moema, em São Paulo/SP, que pareceu um pouco nervoso na apresentação dos documentos e conversa’.

“A condição do veículo e a habilitação do motorista tinham registros normais mas, desconfiados dele, os policiais rodoviários federais decidiram fazer uma verificação detalhada do veículo e encontraram, escondidos no painel do carro, diversos pacotes plásticos. Havia muitos pacotes, que foram retirados e abertos, mostrando muitas notas de R$ 50,00 e R$ 100,00. A contagem preliminar apontou a quantia aproximada de R$ 2,5 milhões”, afirma a corporação.

Segundo a PRF, o ‘condutor relatou que o dinheiro não era seu, que só receberia pelo transporte’. “Disse que pegou o veículo num Shopping na capital paulista e entregaria em Balneário Camboriú/SC. Ele foi levado à delegacia da Polícia Civil em Registro, onde o dinheiro será contado e o inquérito policial aberto para investigar a origem e proprietário da quantia, dadas as circunstâncias dos fatos – modo do acondicionamento e transferência de elevada quantia, desconhecimento de detalhes pelo portador e, principalmente, falta de comprovação de sua origem”.

O inquérito policial vai buscar informações sobre sua lisura ou possível crime de lavagem de dinheiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.