Presos da 14ª fase da Lava Jato fazem exame de corpo de delito no IML, em Curitiba

Presos da 14ª fase da Lava Jato fazem exame de corpo de delito no IML, em Curitiba

Doze investigados detidos cautelarmente na Operação Erga Omnes, entre eles os presidentes da Odebrecht e da Andrade Gutierrez, foram levados em van por policiais federais para fazer exame

Redação

20 de junho de 2015 | 10h01

marcio-farias-preso-lava-jato--tiago-queiroz-estadao

Márcio Faria, diretor da Odebrecht, foi preso na Lava Jato. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Por Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba

Os 12 presos da 14ª fase da Operação Lava Jato, entre eles os presidente das construtoras Norberto Odebrecht e Andrade Gutierrez, Marcelo Odebrecht e Otávio Azevedo, respectivamente, fazem na manhã deste sábado, 20, exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal, em Curitiba.

Os investigados foram presos ontem pela Operação Erga Omnes, suspeitos de participação no esquema de cartel e corrupção na Petrobrás. Todos chegaram em Curitiba na noite de ontem.

Eles estão detidos na Custódia da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba – sede das investigações da Lava Jato. Os presos foram levados em uma van por policiais federais ao IML e devem retornar ainda pela manhã para a carceragem.

O delegado da PF Igor Romário de Paula informou que a previsão é que os depoimentos dos quatro presos temporários – dois deles ligados à Odebrecht e dois ligados à Andrade Gutierrez – devem começar a ser tomados ainda hoje.

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava Jato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: