Presidente do STJ e bancos discutem impacto da crise no sistema financeiro

Seminário virtual será transmitido nesta quarta-feira, 27, a partir das 15h, no canal de YouTube da TV ConJur

Redação

27 de maio de 2020 | 12h11

Os impactos da pandemia no setor bancário serão discutidos, nesta quarta-feira, 27, a partir das 15h, na série “Segurança na Crise”, no canal da TV ConJur no YouTube.

O seminário virtual contará com a presença do ministro João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), de Luciano Rinaldi, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), Antônio Carlos de Toledo Negrão, diretor executivo de assuntos jurídicos da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), José Virgílio Neto, diretor jurídico do Itaú-Unibanco, e Paulo Maximilian, sócio de Chalfin, Goldberg, Vainboim Advogados.

O Judiciário está preparado para um grande aumento no número de ações no sistema financeiro depois da calamidade pública? Esta é a principal questão que se pretende discutir no seminário. Os debatedores também vão falar sobre a teoria da imprevisão no cumprimento de obrigações e o papel do Judiciário nas ações que envolvem a epidemia, a calamidade pública e o sistema financeiro.

Toledo Negrão, da Febraban, analisará os efeitos da estagnação econômica sobre o sistema bancário e os projetos de lei no Congresso que tabelam taxas de juros e aumentam alíquotas de tributos.

O diretor jurídico do Itaú Unibanco, José Virgílio Vita Neto deve explicar as iniciativas do banco — que tem hoje 38 mil trabalhadores em “home office” — para enfrentar a crise.

O especialista em direito financeiro, Paulo Maximilian, por sua vez, analisará a situação dos processos que envolvem as instituições financeiras nos tribunais. Qual a melhor forma de se evitar uma avalanche de ações? E se ela ocorrer? Como as empresas devem agir? — são questões a serem respondidas.

Tudo o que sabemos sobre:

STJ [Superior Tribunal de Justiça]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.