Presidente do PSDB em Suzano assassinado

Presidente do PSDB em Suzano assassinado

Isaías Martins da Silva, conhecido como Isaías Pró-Moradia, foi morto a tiros em frente à sua residência; ele tinha 59 anos, e tentou se candidatar, sem êxito, a vereador da cidade, em 2016, com a modesta verba de R$ 6 mil; segundo sua declaração, tinha um corsa ano 1995 e R$ 1,7 mil na previdência

Luiz Vassallo e Fausto Macedo

21 de março de 2020 | 15h52

Foto: TSE

O presidente municipal do PSDB de Suzano, Isaías Martins da Silva, foi assassinado a tiros quando saía de sua residência, na manhã deste sábado, 21. Conhecido como Isaías Pró-Moradia, ele tinha 59 anos, e tentou se candidatar, sem êxito, a vereador da cidade em 2016, com a modesta verba de R$ 6 mil. Naquele ano, declarou um corsa 1995, e R$ 1,7 mil na previdência. De acordo com fontes próximas, ele teria sido alvejado com cinco disparos no bairro Jardim Varan, em Suzano.

A cidade de Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo e Alto Tietê, tem 152 mil habitantes, e fica a 56 km da capital.

Isaías foi assassinado quando saía do condomínio onde morava dirigindo um Citroen C3, e foi fechado por um outro carro. Um dos ocupantes desse outro veículo desceu e atirou.

CM A PALAVRA, O PRESIDENTE ESTADUAL DO PSDB, MARCO VINHOLI

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do presidente municipal do PSDB de Suzano, Isaías Martins da Silva. Em nome do Diretório Estadual do PSDB-SP me solidarizo à sua família, amigos e aos tucanos de Suzano, reafirmando nosso compromisso em cobrar a elucidação de sua morte e a punição exemplar dos culpados.
Marco Vinholi
Presidente Estadual do PSDB-SP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: