Presidente da OAB vai chamar sessão extraordinária para debater gestão da pandemia e impeachment de Bolsonaro deve entrar na pauta

Presidente da OAB vai chamar sessão extraordinária para debater gestão da pandemia e impeachment de Bolsonaro deve entrar na pauta

Felipe Santa Cruz disse ao Estadão que há 'muita pressão' da cúpula da entidade por medidas 'duras' contra o governo federal

Rayssa Motta

06 de março de 2021 | 15h09

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. Foto: Wilton Júnior / Estadão

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, vai convocar para a próxima terça-feira, 9, uma sessão extraordinária do conselho da entidade para discutir a gestão do presidente Jair Bolsonaro na pandemia do novo coronavírus.

A próxima reunião do colegiado estava prevista para o dia 17, mas o encontro foi antecipado diante dos pedidos da cúpula da OAB para pautar o assunto.

“Há muita pressão de conselheiros e ex-presidentes por medidas duras contra o governo Bolsonaro”, disse Santa Cruz ao Estadão.

O impeachment do presidente deve ser debatido na sessão. O conselho federal da entidade já denunciou o governo à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), por ‘violações’ e ‘omissão’ na pandemia.

Desde a redemocratização, a OAB pediu a cassação dos ex-presidentes Fernando Collor, Dilma Rousseff e Michel Temer. Um eventual pedido de impeachment de Bolsonaro se somaria aos mais de 50 requerimentos entregues à Câmara dos Deputados desde o início do mandato, em janeiro de 2019.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.