Presidente da Câmara de Guarulhos arquiva pedido de impeachment de Guti

Presidente da Câmara de Guarulhos arquiva pedido de impeachment de Guti

Em seu segundo mandato, prefeito foi acusado de irregularidades em contratos firmados com organizações sociais para gestão de creches municipais

Rayssa Motta

14 de março de 2022 | 15h37

A Câmara Municipal de Guarulhos, na Grande São Paulo, rejeitou mais um pedido de impeachment do prefeito Gustavo Enric Costa (PSD), o Guti. Em seu segundo mandato, ele foi acusado de irregularidades em contratos firmados com organizações sociais para gestão de creches municipais.

Documento

O arquivamento foi promovido pelo vereador Fausto Miguel Martello (PDT), presidente da Câmara Municipal, a quem cabe dar ou não seguimento a um eventual processo de cassação do mandato do prefeito.

Guarulhos tem 1,4 milhão de habitantes e é responsável pela segunda maior arrecadação de todo o Estado de São Paulo.

Prefeito Guti. Foto: Fabio Nunes Teixeira/Prefeitura de Guarulhos

O requerimento foi enviado aos vereadores pelo empresário Décio Pompeo Júnior, que foi pivô de uma denúncia de suposto caixa dois ao prefeito na campanha de 2016. O caso foi revelado pelo Estadão. Guti sempre negou irregularidades.

O pedido de impeachment gira em torno da contratação das entidades Instituto Solidariedade Vamos Educar e Associação Reciclando Felicidade no primeiro ano da gestão Guti. O valor pactuado inicialmente nos dois contratos foi de R$ 18,3 milhões.

De acordo com a acusações do empresário, as organizações sociais são ligadas a familiares do subsecretário de Igualdade Racial Anderson Guimarães, que deixou o cargo para sair candidato a vereador em 2020 e reassumiu a função após não ter sido eleito.

“É vedada a celebração de parcerias com Organizações da Sociedade Civil cujo dirigente seja parente em linha reta, colateral, ou por afinidade, de até segundo grau do dirigente de órgão ou entidade da Administração Pública da mesma esfera governamental na qual será celebrada a parceria”, diz um trecho do pedido.

COM A PALAVRA, O PREFEITO

A reportagem entrou em contato com a assessoria da prefeitura para comentar o teor do pedido de impeachment. Em nota, a administração municipal se limitou a dizer que o requerimento foi arquivado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.