Prefeitura de Cotia ganha na Justiça decisão contra Ministério da Saúde por ventiladores

Liminar garante a compra de aparelhos de ventilação pulmonar que estavam bloqueados pela pasta; equipamentos serão utilizados para tratamento de casos graves do coronavírus

Redação

30 de março de 2020 | 07h30

A Justiça Federal concedeu liminar à Prefeitura de São Paulo para garantir a aquisição de aparelhos de ventilação pulmonar fabricados pela Magnamed Tecnologia Médica S/A, bloqueando o impedimento de venda, decretado pelo Ministério da Saúde.

A Prefeitura alega que os equipamentos serão utilizados no Centro de Combate e Referência ao Coronavírus e na adaptação de um antigo hospital de Cotia para a criação de 100 leitos de Semi-UTI voltados ao tratamento dos casos mais graves de Covid-19.

Documento

A disputa jurídica começou ofício do Ministério da Saúde determinava a requisição de todos os aparelhos respiratórios produzidos no País, bloqueando a compra por parte do município.

A decisão suspendeu tal ofício, mas a empresa se negou a vender o equipamento, levando a Prefeitura a indenizar a empresa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.