Prefeitura dá respostas rápidas para o enfrentamento da crise

Prefeitura dá respostas rápidas para o enfrentamento da crise

Bruno Covas*

21 de março de 2020 | 06h00

Bruno Covas. FOTO: PREFEITURA DE SP

Iniciamos hoje a terceira etapa de enfrentamento da covid-19. É a fase em que nos preparamos para um cenário de agravamento da crise. Para isso, estamos ampliando os leitos de UTI, de 507, para 997. Os primeiros 20 dessa ampliação foram entregues hoje, no Hospital de Parelheiros, na Zona Sul. Além disso, vamos entregar mais de 2 mil novos leitos de baixa complexidade na cidade, em sistema de hospital de campanha. Serão  200 no Estádio do Pacaembu e 1,8 mil no Anhembi. São leitos importantes  para poder fazer o acompanhamento da população que não se encontra em situação de alto risco, mas precisa de atendimento.

A primeira etapa do enfrentamento iniciamos ainda em 10 de janeiro, para levar conhecimento e capacitação, em especial a todos os profissionais da área da saúde. Selecionamos inicialmente uma pessoa de cada um dos mil equipamentos de saúde municipais, para levar informação aos demais.

A partir do surgimento dos primeiros casos, da transmissão comunitária e do primeiro óbito, iniciou-se a segunda fase, na qual a preocupação foi com a restrição de circulação de pessoas. A Vigilância Sanitária repassou à Prefeitura a recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde) de reduzir em 60% a circulação de pessoas na cidade. Nesse sentido, tomamos medidas importantes como a suspensão das aulas nas escolas municipais e do rodízio municipal de veículos. Determinamos também a paralisação do comércio atacadista e varejista de bens e mercadorias, com exceção de alguns setores essenciais como o alimentício e farmacêutico, por exemplo.

Entendemos desde o início que esse não é um problema apenas a ser enfrentando pelo Poder Executivo. É uma questão da sociedade, de todos os poderes instituídos. Tanto assim que iniciamos uma ação envolvendo na cidade de São Paulo também a Câmara Municipal e o Tribunal de Contas, uma Câmara Temática , para dar mais agilidade no enfrentamento da questão. Isso para que haja uniformidade de entendimentos e a administração municipal possa agir com a maior velocidade, embasada no apoio técnico desses órgãos (TCM e Câmara Municipal). Juntos, tenho a certeza de que conseguiremos vencer mais esta batalha.

*Bruno Covas, prefeito de São Paulo

Tudo o que sabemos sobre:

Artigocoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.