Prefeito é condenado por corrupção eleitoral

Prefeito é condenado por corrupção eleitoral

Segundo Procuradoria, Julio Omar Rodrigues (PMDB), de Presidente Bernardes (SP), deu emprego a um eleitor para cumprir promessa de campanha em 2012

Redação

30 de outubro de 2014 | 17h18

Por Julia Affonso

O prefeito do município paulista Presidente Bernardes (SP), Julio Omar Rodrigues (PMDB), foi condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a um ano de reclusão. Ele foi acusado de corrupção eleitoral, por ter empregado um eleitor na prefeitura. Rodrigues poderá cumprir a pena em regime aberto ou substituir a reclusão por multa.

Julio Omar Rodrigues (PMDB). Foto: TSE

Julio Omar Rodrigues (PMDB). Foto: TSE

De acordo com a denúncia da Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo (PRE-SP), na campanha eleitoral de 2012, o prefeito prometeu emprego a três pessoas, caso fosse eleito. Segundo a PRE-SP, ele cumpriu a promessa após a sua posse. O prefeito foi eleito em 2012 com 4.276 votos – 51,28% dos votos válidos. Cabe recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“A promessa foi feita antes das eleições e seu cumprimento estava atrelado à eleição do réu, deixando claro que a promessa foi feita com o fim de obter o voto do citado eleitor”, afirmou o procurador André de Carvalho Ramos.

Presidente Bernardes fica na região oeste do estado de São Paulo, quase na divisa com o Mato Grosso do Sul. A cidade tem aproximadamente 13 mil habitantes e está a cerca de 580 quilômetros da capital paulista.

A reportagem fez contato por telefone e e-mail com a Prefeitura, mas não obteve retorno.