Por que Gilmar soltou Beto Richa

Por que Gilmar soltou Beto Richa

Leia a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal pôs em liberdade ex-governador do Paraná (PSDB), candidato ao Senado, que havia sido preso na terça, 11, na Operação Radiopatrulha sob suspeita de propinas de 70 milhões em contratos para obras de manutenção de estradas rurais no interior

Redação

14 Setembro 2018 | 21h24

Reprodução da decisão

O ministro Gilmar Mendes mandou soltar nesta quarta-feira, 14, o ex-governador do Paraná Beto Richa, alvo da Operação Radiopatrulha, que mira supostas propinas em contratos de manutenção de estradas rurais no interior do estado. O tucano estava em cárcere temporário (prazo de cinco dias prorrogáveis) desde terça, 11, e teve a prisão convertida em preventiva (tempo indeterminado) na noite de hoje.

Documento