Por que a indústria 4.0 pode estar longe do seu negócio?

Por que a indústria 4.0 pode estar longe do seu negócio?

Daniel Assis*

17 de julho de 2018 | 05h30

Daniel Assis. FOTO: DIVULGAÇÃO

Estudo inédito realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta que, de 24 setores industriais brasileiros, mais da metade (14, incluindo o de vestuário e têxtil) está bastante atrasada em relação à adoção de tecnologias digitais.

O estudo constatou ainda que esses setores correm riscos de se tornarem tão ineficientes a ponto de serem excluídos da chamada quarta revolução industrial – que será baseada na digitalização e robotização das fábricas e dos processos produtivos para aumentar a eficiência. Os 14 setores que estão em situação vulnerável respondem por cerca de 40% da produção industrial e por 38,9% do PIB Industrial brasileiro, de acordo com o IBGE.

Um problema que poderia ser o centro de tudo, porém, é precedido de alguns pontos mais críticos como a revisão dos processos e a mudança de cultura das pessoas. Sem melhorar ou adaptar os processos do seu negócio aos desafios atuais da economia, a produtividade fatalmente estará comprometida. E assim, no máximo, os problemas reais basicamente podem ser migrados para o mundo virtual, potencializando ainda mais os obstáculos para o crescimento.

Geralmente, as mudanças em processos afetam diretamente as pessoas, pois são elas que colocarão em prática o que ficou definido. O trabalho de aculturamento dentro de uma organização é gradativo e de médio prazo, pois tira as pessoas da zona de conforto.

É preciso se tornar híbrido antes de migrar para o digital

E um erro que vem sendo muito cometido pelas companhias que querem chegar no futuro ou se tornarem digitais é ignorarem a fase de transição. Assim como não saltamos de uma única vez da adolescência para a fase adulta, também é preciso levar em consideração que existe um processo de transição para que os processos se tornem digitais. Mesmo porque, de acordo com o estudo da CNI, apenas 1,6% da indústria brasileira está no patamar mais elevado de desenvolvimento tecnológico e boa parte das indústrias enfrenta problemas com o sucateamento de seu parque de máquinas e equipamentos.

Portanto, para quem almeja chegar lá é preciso diagnosticar a situação real da empresa, descobrir o que está bom, o que precisa melhorar ou simplesmente o que está errado, arrumando assim os seus processos de negócios. E tudo isso precisa ser feito com um único foco: o aumento da lucratividade.

E aí entra a importância de contar com o trabalho de uma consultoria experiente, que o ajude a acelerar esse processo e aumentar a produtividade da sua empesa com o máximo de eficiência, aplicando décadas de experiência e atualizações constantes.

Entendeu por que possivelmente sua indústria não surfará a onda da Revolução 4.0? Pense nisso!

*Daniel Assis é Presidente da Proudfoot Brasil

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Tendências: