Polícia prende dois por golpe do leilão da Receita

Polícia prende dois por golpe do leilão da Receita

Prisões aconteceram no final da manhã desta quarta, 27, no bairro da Consolação, em São Paulo, nas imediações do Centro de Atendimento ao Contribuinte

Redação

27 de fevereiro de 2019 | 19h22

FOTO: DIVULGAÇÃODois homens suspeitos de aplicar um golpe se passando por servidores da Receita foram presos nesta quarta-feira, 27, por agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). As prisões aconteceram no final da manhã no bairro da Consolação, nas imediações do Centro de Atendimento ao Contribuinte (CAC) da Receita localizado na rua Augusta, após um dos suspeitos ser flagrado em suas dependências. Segundo a Receita, o mesmo homem ‘já havia sido identificado por meio de imagens de segurança interna aplicando o golpe em outra vítima’.

O ‘golpe do leilão da Receita’ era aplicado por meio de anúncios em sites de vendas na Internet combinados com ações de campo.

Nessas ações, os suspeitos utilizavam áreas comuns de acesso aberto ao público em repartições da Receita ‘para dar aparência de veracidade às tratativas finais da suposta venda de mercadorias apreendidas pelo órgão iniciadas online’.

Com um dos suspeitos foi encontrada uma carteira funcional de auditor-fiscal falsificada, outro artifício utilizado para passar credibilidade ao negócio fraudulento.
As investigações do Deic tiveram início após a Receita reportar casos relatados por vítimas do esquema. A Receita atuou ainda fornecendo ao órgão policial informações para o desenvolvimento das investigações.

Em janeiro, a Receita divulgou alerta sobre a existência de uma página na Internet que alegava leiloar mercadorias apreendidas pela Instituição. “O falso endereço usava inclusive o logotipo do Órgão indevidamente para dar credibilidade ao serviço.”

Por meio de sua Seção de Comunicação Institucional, a Receita esclareceu que os leilões de mercadorias apreendidas pela Instituição não são realizados em sites privados.

O único canal disponível é o Sistema de Leilão Eletrônico, acessado via site da Receita Federal (rfb.gov.br).

O sistema está disponível no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) para realização de propostas e lances. Para participar de leilões eletrônicos da Instituição é necessário possuir certificado digital.

A Receita esclareceu que o pagamento pelas mercadorias arrematadas em leilão é feito exclusivamente por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) e nunca mediante depósitos ou transferências para contas de terceiros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: