Polícia do Paraná já conta pelo menos nove vítimas de homem flagrado em moto ‘apalpando’ mulheres nas ruas

Polícia do Paraná já conta pelo menos nove vítimas de homem flagrado em moto ‘apalpando’ mulheres nas ruas

Suspeito de importunação sexual em série foi filmado no último dia 8 por câmera de segurança na cidade de Ibiporã, norte do Estado; uma vítima anotou a placa do veículo do abusador que já está preso

Maria Isabel Miqueletto

14 de outubro de 2021 | 16h08

Homem é acusado de importunar sexualmente ao menos nove vítimas em cidades do interior do Paraná.

A Polícia Civil do Paraná já conta pelo menos nove vítimas do homem que pilotando uma moto ‘apalpava’ mulheres nas ruas de cidades no interior do Paraná. O homem é suspeito de ter importunado sexualmente um número ainda maior de mulheres. Ele está preso.

O acusado foi flagrado em ação no último dia 8. Câmera de segurança de uma rua de Ibiporã, norte do Estado, filmou o homem conduzindo a moto no momento em que vai em direção a duas mulheres e, ao se aproximar, levanta o vestido de uma delas, deixando seu corpo exposto.

Confira os vídeos abaixo:

De outro ângulo, é possível ver que o homem faz o retorno na esquina para ir em direção às duas mulheres.

 

Uma das vítimas conseguiu anotar a placa da moto, o que permitiu que a polícia chegasse até o suspeito. O homem foi autuado em flagrante pelo crime de importunação sexual. “Agora procuramos identificar mais vítimas. Acreditamos que possam ter outras situações, porque muitas vítimas não registraram boletim de ocorrência”, afirma o delegado.

Dentre as nove vítimas, parte havia feito boletim de ocorrência e, após a polícia encontrar o suspeito, reconheceu ele e a motocicleta usada na ocasião das importunações, enquanto outras foram até a delegacia após a divulgação do caso pela imprensa.

Os crimes de importunação sexual se tornaram mais frequentes em Ibiporã há pelo menos quatro meses, a suspeita é que foram cometidos pelo suspeito. “Sempre no mesmo modus operandi: passava com a motocicleta junto às vítimas e acabava apalpando elas”, explica o delegado responsável pelo caso, Vitor Dutra.

COM A PALAVRA, A DEFESA

A reportagem busca contato com a defesa do suspeito. O espaço está aberto para manifestação (maria.miqueletto@estadao.com)

Tudo o que sabemos sobre:

importunação sexual

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.