Polícia de Fortaleza procura homem de moto que deu tapa nas nádegas de jovem na rua

Polícia de Fortaleza procura homem de moto que deu tapa nas nádegas de jovem na rua

Vítima caminhava tranquilamente quando foi surpreendida pelo importunador sexual que pilotava um veículo com a placa coberta; assista o vídeo

Jayanne Rodrigues

24 de março de 2022 | 18h41

Assustada, a jovem correu após ser assediada. Foto: Reprodução/ Internet

Um caso de importunação sexual gerou revolta na internet. O vídeo viralizado ao longo da semana foi registrado por câmeras de segurança da via pública. Nas imagens, uma jovem é assediada por um motociclista. A garota – que  teve a identidade preservada – estava caminhando próximo a calçada de uma das ruas do Ellery, bairro localizado em Fortaleza, quando um homem passou na mesma via, desacelerou a velocidade da moto e deu um tapa nas nádegas da jovem. 

O veículo de cor amarela, estava com a placa tampada com um pano e a garupa ocupada por um capacete amarrado no banco. O suspeito, que vestia uma calça jeans, uma blusa preta e um sapato marrom, ainda não foi identificado pela Polícia Civil. Após a violência, as câmeras ainda flagraram o acusado fugindo para a rua do lado esquerdo. Já a vítima, visivelmente assustada, correu no sentido contrário que seguia antes de ser surpreendida pelo assédio. Veja o vídeo:

O caso aconteceu na última segunda-feira, 21. Dois dias depois do ocorrido, a jovem prestou boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial. Em nota, a Secretaria de Segurança e Defesa Social do Ceará informou que a Polícia Civil do Estado e a Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza investigam o caso. A Polícia Militar realiza diligências para identificar o suspeito. 

O crime de importunação sexual é caracterizado como um ato libidinoso praticado contra outra pessoa na presença de alguém de forma não consensual. A pena para esse tipo de crime pode alcançar até cinco anos. A lei foi sancionada em setembro de 2018. 

A violência e o assédio são a principal causa de preocupação entre mulheres no país, como aponta levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe). Outro caso de importunação sexual que gerou revolta nas redes sociais aconteceu no Sul do Paraná, em setembro de 2021, quando uma ciclista ficou ferida após cair na rua por ter levado um tapa por um grupo de homens que estavam dentro de um carro. 

O Estadão entrou em contato com a jovem, mas ainda não teve retorno. 

COMO DENUNCIAR?

Segundo informações da SSPDS do Ceará, a população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As informações também podem ser direcionadas para o telefone (85) 3108-2950, da DDM de Fortaleza. O sigilo e anonimato são garantidos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.