Polícia Civil do Distrito Federal avança sobre célula do PCC com operação Legião

Polícia Civil do Distrito Federal avança sobre célula do PCC com operação Legião

A operação é coordenada pela Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco) com apoio de 80 policiais do Departamento de Polícia Especializada (DPE) e da Divisão de Operações Especiais (DOE).

Fausto Macedo e Fabio Serapião

10 de abril de 2017 | 08h54

A Polícia Civil do Distrito Federal cumpre na manhã desta segunda-feira, 10, 54 mandados de prisão contra supostos integrantes de uma célula da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) que atuariam no Distrito Federal e entorno. Dos mandados executados, 43 são contras alvos que já se encontram no sistema prisional e, por isso, são realizadas busca e apreensão em suas celas.

Batizada de “Legião”, a ação dos policiais civis é realizada no Complexo Penitenciário da Papuda e no Centro de Progressão Provisória (CPP) no Distrito Federal e nos presídios de Luziânia Águas Lindas, Planaltina de Goiás e Novo Gama, todos no estado Goiás.

A operação é coordenada pela Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco) com apoio de 80 policiais do Departamento de Polícia Especializada (DPE) e da Divisão de Operações Especiais (DOE).

Assim como a facção que atua nos presídios de São Paulo, o grupo alvo da Legião teria uma organização hierarquizada e seria coordenado por um detento de um presídio da cidade paranaense de Foz do Iguaçu

Tudo o que sabemos sobre:

PCCDistrito Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: