PM prende quadrilha que montou central de operações em chácara no interior de São Paulo para fraudar auxílio emergencial

PM prende quadrilha que montou central de operações em chácara no interior de São Paulo para fraudar auxílio emergencial

Nove pessoas foram detidas em flagrante na zona rural de Lençóis Paulista; grupo aplicava golpes na internet para roubar CPFs e dados de terceiros e usava informações em cadastros no aplicativo da Caixa

Redação

12 de agosto de 2020 | 20h48

Celulares, cheques, dinheiro e cartões apreendidos pela Polícia Militar. Foto: Reprodução 

A Polícia Militar desarticulou, na noite desta terça-feira, 11, uma quadrilha suspeita de aplicar golpes para receber o auxílio emergencial do governo federal. Nove pessoas foram presas em flagrante em uma chácara em Lençóis Paulista, no interior de São Paulo, onde funcionava a central de operações do grupo.

Segundo a polícia, a organização criminosa roubava CPFs e dados pessoais de terceiros através de golpes na internet e criava perfis falsos no sistema da Caixa para sacar o benefício de forma indevida.

Quadrilha montou ‘central de operações’a chácara. Foto: Reprodução 

A Polícia Militar descobriu o esquema depois de receber denúncias de movimentação suspeita de veículos de luxo na propriedade. No imóvel, os agentes apreenderam quatro carros, uma moto, 24 cartões bancários, 12 computadores, 24 celulares, cerca de 300 chips, R$ 60 mil em dinheiro e R$ 26 mil em cheques

“Uma espécie de escritório do crime foi montado no local, equipado com internet banda larga, estações de “trabalho”, celulares e centenas de chips, a partir de onde os criminosos operavam um esquema para captura de CPFs e demais dados de vítimas potenciais pela internet, depois cadastravam esses dados no aplicativo da Caixa Econômica Federal, para recebimento indevido do auxílio emergencial”, informou a Polícia Federal depois que os presos foram levados à delegacia da corporação em Bauru, também no interior de São Paulo.

Espaço era equipado com internet e 12 computadores. Foto: Reprodução

O grupo vai responder por formação de quadrilha, estelionato e associação criminosa.

O benefício do governo federal foi desenhado para ajudar trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados que perderam a principal fonte de renda diante da crise causada pela pandemia de covid-19.

Chácara fica em Lençóis Paulista, no interior de São Paulo. Foto: Reprodução

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia Militarauxílio emergencial

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: