PF quer saber de Temer a que ‘alinhamento com Henrique Meirelles’ Joesley se refere

PF quer saber de Temer a que ‘alinhamento com Henrique Meirelles’ Joesley se refere

Na parte final do interrogatório com 82 perguntas ao presidente, delegados investem na área econômica do governo

Fausto Macedo, Fabio Serapião, Julia Affonso e Breno Pires

05 de junho de 2017 | 19h58

Michel Temer. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Na parte final do interrogatório com 82 perguntas a Michel Temer, a Polícia Federal investiu na área econômica do Governo. Os delegados federais Thiago Machado Delabary e Marlon Cajado Oliveira dos Santos fizeram questionamentos ao presidente sobre o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e sobre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cuja presidente Maria Silvia Bastos Marques pediu exoneração em meio à crise política.

+ Por que Vossa Excelência recebeu ‘conhecido falastrão’ em sua residência?, questiona PF a Temer

+ Fachin afasta tese de ilegalidade do áudio Joesley-Temer

+ Rocha Loures é pessoa da estrita confiança de Vossa Excelência?, indaga PF a Temer

Os policiais se referem a um trecho do diálogo do empresário Joesley Batista, da JBS, com o presidente no Palácio do Jaburu na noite de 7 de março. A conversa foi gravada pelo executivo. Nela, Joesley defendeu a necessidade de um ‘alinhamento’ com o ministro da Fazenda. “Qual o sentido da expressão alinhamento?”, indagou a PF.

OUÇA TEMER E JOESLEY

Os delegados perguntaram ainda se Temer autorizou o empresário a apresentar ‘pontos de interesse’ a Henrique Meirelles e quais seriam esses pontos.

Em outro trecho da conversa, o executivo da JBS fez menção a uma operação do BNDES e supostamente faz referência à ex-presidente do Banco. Os delegados consideram que Temer demonstrou ter conhecimento da operação e o questionam se fez alguma solicitação a ‘ela’.

Mais conteúdo sobre:

operação Lava JatoMichel Temer