PF prende quatro na maior apreensão de cocaína no Rio Grande do Norte

PF prende quatro na maior apreensão de cocaína no Rio Grande do Norte

Caminhão que levava 277 kg da droga foi interceptado em Natal

Redação

30 Junho 2018 | 05h00

FOTOS: PF/RN

A Polícia Federal desarticulou nesta sexta-feira, 29, em Natal um esquema de tráfico de entorpecentes encabeçado por dois acrianos que se estabeleceram nesta capital. Ao todo, quatro homens foram presos.

As ações foram originadas do desdobramento de uma prisão realizada no último dia 5, pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM/RN, quando um mossoroense, foragido do Sistema Prisional do Acre, foi preso juntamente com outras 9 pessoas.

As informações são da Polícia Federal no Rio Grande do Norte.

Com o aprofundamento de dados passados pelo Bope, a Polícia Federal conseguiu informações de que uma dupla de acrianos que estava em um hotel em Ponta Negra articulava uma grande remessa de cocaína para Natal. Passou-se, então, a acompanhar os passos dos suspeitos, assim como os possíveis locais em que a droga seria entregue.

Na manhã desta sexta, na Estrada de Monte Alegre, já entrando em um sítio, foi identificado um caminhão suspeito de ter sido adaptado para o transporte da droga. O veículo foi conduzido para a sede da PF, onde o entorpecente foi encontrado em um compartimento falso localizado na boleia.

Ao todo foram encontrados 277 quilogramas de cocaína.

Os presos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Um deles, o responsável por levar a carreta para o sítio, estava usando tornozeleira eletrônica – cumpria pena em regime de prisão domiciliar. Já um dos donos da carga fazia uso de documentos falsos.

O Bope/RN e a Delegacia de Repressão a Drogas da PF no Acre auxiliaram nas prisões. Esta foi a maior quantidade de cocaína já apreendida pela Polícia Federal no Rio Grande do Norte em toda a sua história. O recorde anterior havia sido registrado em março de 2016, quando também quatro homens foram presos com 206 quilos da droga que vinha do Maranhão.