PF prende marroquino e brasileira por casamento simulado

PF prende marroquino e brasileira por casamento simulado

O casal tentava regularizar a permanência do imigrante no país; eles podem ser condenados a até 15 anos de prisão

Pepita Ortega

28 de março de 2019 | 15h31

Foto: Reprodução/Sindicato dos Delegados da Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta quinta-feira, 28, em Curitiba, um casal que estava simulando casamento. O homem e a mulher tentavam regularizar a situação dele, que é marroquino e está no país ilegalmente.

O casal apresentou diversos documentos ao setor de migração da Polícia Federal, com o objetivo de regularizar a permanência do marroquino. Porém, ao verificarem a documentação, policiais federais constataram a simulação.

O marroquino e a brasileira vão responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica em documento público e em documento particular e por uso de documentos falsificados.

Se condenados, eles podem pegar até 15 anos de prisão.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.