PF prende homem que fraudou INSS com documentos de índios em Mato Grosso do Sul

PF prende homem que fraudou INSS com documentos de índios em Mato Grosso do Sul

Agentes cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão nesta quinta-feira, 14; investigação aponta que homem de 38 anos solicitava aposentadorias e outros benefícios e chegou a fazer empréstimos consignados

Redação

14 de fevereiro de 2019 | 18h44

Foto: PF

A Polícia Federal, em Mato Grosso do Sul, investiga uma fraude ao INSS com uso de documentos de índios em Amambai, no interior do Estado. A delegacia em Ponta Porã cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão nesta quinta-feira, 14.

Segundo a PF, o alvo da ação era um homem de 38 anos que falsificava documentos de índios em sua casa. A investigação aponta que ele solicitava aposentadorias e outros benefícios oferecidos pelo INSS e chegou a fazer empréstimos consignados.

A Federal relata que as fraudes ocorrem desde 2005. De acordo com a PF, o homem ‘se dedicava exclusivamente a esta atividade ilícita’.

“O prejuízo aos cofres públicos ainda não foi dimensionado”, informa a nota.

“A partir da grande quantidade de documentos apreendidos, os Policiais Federais poderão mensurar o dano ao erário.”

A PF apreendeu computadores e aparelhos celulares. O homem preso foi levado para a Delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia FederalINSS

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: