PF prende em São Paulo cinco foragidos da China

Missão tem base em cooperação internacional entre Brasília e Pequim; Intensa mobilização policial agitou bairros da LIberdade e Saúde desde cedo nesta quinta, 10

Fausto Macedo e Mateus Coutinho

10 de dezembro de 2015 | 08h00

Policiais Federais que atuam para a Interpol (Polícia Internacional) prenderam nesta quinta-feira, 10, cinco procurados pela Justiça chinesa que estavam escondidos em São Paulo e constavam da lista vermelha de foragidos internacionais. Foram cumpridos cinco mandados de prisão preventiva para extradição expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, a pedido da PF.

Após a realização de investigações foram identificados e localizados três homens e duas mulheres procurados por estelionato e crimes financeiros cometidos na China. Eles foram presos em suas residências na capital, nos bairros da Liberdade e Saúde.

A PF ainda investiga se há conexão entre eles.

Os presos, todos de nacionalidade chinesa, estavam estabelecidos no Brasil desde 2013. Somente um se encontrava em situação irregular e todos aparentavam ter ocupações lícitas. Agora, a PF investigará a natureza de suas atividades e seus rendimentos.

O trabalho é resultado da cooperação internacional entre Brasília e Pequim, intensificada após a ratificação de acordo de extradição entre os dois países em abril de 2015.

Segundo a Polícia Federal, por meio da cooperação policial internacional foi possível à Interpol do Brasil verificar uma tendência de aumento da vinda para o Brasil por procurados pela justiça chinesa, sobretudo para se estabelecerem na capital paulista.

Os presos permanecerão à disposição do Supremo Tribunal Federal nas dependências da PF em São Paulo, aguardando o fim do processo de extradição para a China.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.