PF prende em Cumbica 57% mais em 2015

PF prende em Cumbica 57% mais em 2015

Agentes que atuam no Aeroporto Internacional de São Paulo prenderam até novembro 341 passageiros, dos quais, 286 por tráfico

Fausto Macedo

05 de dezembro de 2015 | 09h16

Aeroporto de Cumbica. Foto: Evelson de Freitas/Estadão

Aeroporto de Cumbica. Foto: Evelson de Freitas/Estadão

A Polícia Federal prendeu no Aeroporto de Guarulhos, em 2015, até novembro, 57% a mais de passageiros em relação ao número de prisões efetuadas ao longo de 2014.

O total de quase 1 tonelada e meia de drogas apreendidas, de janeiro a novembro, resultou na prisão de 286 passageiros que somadas às prisões por outros crimes, totalizam 341 pessoas flagradas.

Entre os presos destacam-se 60 nigerianos, 49 brasileiros e 30 sul-africanos.

Segundo a PF, a droga que predominou nas apreensões foi a cocaína – 1,3 tonelada – sempre destinada a outros países, seguida pelas apreensões de drogas sintéticas cujo destino era o mercado nacional.

No mesmo período foram apreendidos quase US$ 1,4 milhão e cerca de 26 mil euros.

Além de flagrantes por tráfico de drogas a PF fez prisões de passageiros por uso de documento falso, especialmente o passaporte, e os crimes de contrabando e descaminho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.