PF prende doleiros de esquema que movimentou R$ 2,3 bilhões

PF prende doleiros de esquema que movimentou R$ 2,3 bilhões

Operação Ex-Câmbio mobilizou 280 policiais para cumprimento de 27 prisões e 68 buscas em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul; Justiça bloqueou 30 veículos e 37 imóveis

Redação

22 de setembro de 2015 | 16h14

Foto: PF

Foto: PF

Por Andreza Matais e Julia Affonso

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 22, a Operação Ex-Câmbio para desarticular um esquema de crimes financeiros envolvendo quatro grupos de doleiros. Segundo a PF, eles atuavam em Santa Catarina e são suspeitos de movimentar cerca de US$ 600 milhões de dólares por ano (considerando a cotação de ontem – R$ 3,98 – R$ 2,3 bilhões).

Os investigados, afirma a PF, atuariam como agentes oficias do mercado de câmbio e usariam correspondentes cambiais como fachada para lavagem de dinheiro. Entre as fraudes praticadas estavam a falsificação da identidade de adquirentes da moeda estrangeira (boletagem) e de reais remetentes e de destinatários de divisas ao exterior decorrentes do pagamento de importações (fraude cambial). O grupo também promoviam evasão de divisas pelo o sistema de dólar cabo.

Segundo a Polícia Federal, os recursos obtidos com as atividades criminosas eram dissimulados com o uso de laranjas para a compra de imóveis e carros de luxo e a movimentação de contas bancárias. Dois gerentes de banco teriam participado do esquema.

A apuração teve início em 2011 com a apreensão de mais de US$80 mil transportados clandestinamente por um dos integrantes da organização criminosa investigada. Durante a investigação foram apreendidos mais de US$ 350 mil e R$ 400 mil em espécie.

Os investigados responderão pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira, instituição financeira clandestina, fraude cambial, evasão de divisas, lavagem de dinheiro, e integração de organização criminosa.

Na Ex-Câmbio, 280 policiais federais cumprem 27 mandados de prisão: 10 de prisão preventiva, 17 de prisão temporária, 68 de busca e apreensão e 10 de condução coercitiva. Foram bloqueados 30 veículos e sequestrados 37 imóveis. Cumpriram-se os mandados em Santa Catarina (nas cidades de Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Dionísio Cerqueira, Porto Belo e Joinville), no Paraná (Barracão e Curitiba) e no Rio Grande do Sul (Porto Alegre).

Tudo o que sabemos sobre:

Operação Ex-CâmbioPolícia Federal

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.