PF prende chineses em Cumbica com 7 mil cartões de zona azul falsos

Casal, autuado em flagrante, trabalhava na região da Rua 25 de Março, maior centro comercial popular de São Paulo

Redação

26 de agosto de 2015 | 13h21

Aeroporto de Cumbica. Foto: Evelson de Freitas/Estadão

Aeroporto de Cumbica. Foto: Evelson de Freitas/Estadão

Por Julia Affonso e Fausto Macedo

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira, 25, um casal de chineses desembarcando no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos/Cumbica. Na bagagem eles levavam aproximadamente 7 mil cartões de zona azul falsificados.

Segundo a PF o casal chegou ao Brasil em voo procedente da China. O homem de 38 anos foi selecionado por fiscais que atuam nos canais alfandegários para verificação de suas bagagens. Na inspeção, além de alimentos cuja entrada em território nacional é proibida, os fiscais encontraram cartões de zona azul da cidade de São Paulo.

Acionados, os policiais federais realizaram perícia nos cartões e constataram a falsificação. Como dentro da mala do homem havia roupas femininas, os policiais suspeitaram que o passageiro estivesse acompanhado. Os agentes encontraram a mulher, também chinesa, em cuja mala também havia cartões de zona azul.

O casal foi conduzido à Delegacia Especial da PF em Cumbica onde recebeu voz de prisão. Os chineses alegaram que trabalham na região da Rua 25 de março e que ignoravam ‘o conteúdo da bagagem que lhes foi entregue por um conhecido na China’.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: