PF prende 2 por receptação de pentes de memória do tribunal

PF prende 2 por receptação de pentes de memória do tribunal

Operação Memória investiga extravio de patrimônio público do Tribunal Regional do Trabalho da 10.ª Região (DF/Tocantins)

Pedro Prata

26 de novembro de 2019 | 17h56

A Polícia Federal deflagrou nesta terça, 26, a Operação Memória com o objetivo de localizar equipamentos de informática – discos rígidos e pentes de memórias – subtraídos de servidores corporativos do Tribunal Regional do Trabalho da 10.ª Região (TRT-10), que mantém jurisdição em Tocantins e no Distrito Federal.

Agentes federais cumpriram sete mandados de busca e apreensão.

Foto: TRT/Divulgação

Os mandados foram expedidos pela 12.ª Vara Federal de Brasília.

No dia 4 de julho de 2018, o TRT-10 descobriu a subtração dos equipamentos no depósito da Seção de Cadastro de Bens do Tribunal.

Os policiais identificaram que o autor das subtrações era um funcionário terceirizado que ‘agia em conluio com outros indivíduos que eram responsáveis por anunciar na internet os equipamentos de informática furtados’.

No total, foram desviados 422 pentes de memória RAM DDR4-2400 e 16 HD 600 GB SAS 10K SFF 12 G Hot-Plug, que custaram mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos.

Na ação desta terça, 26, foi encontrada parte do material subtraído, o que resultou na prisão em flagrante de dois suspeitos pelo crime de receptação.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.