PF põe fogo em 700 quilos de drogas apreendidas no Aeroporto Internacional de São Paulo

PF põe fogo em 700 quilos de drogas apreendidas no Aeroporto Internacional de São Paulo

Cocaína, haxixe, skunk, maconha, ecstasy, anfetaminas e outras foram incineradas em alto-forno em uma cidade do interior paulista

Pepita Ortega

24 de julho de 2019 | 11h50

PF põe fogo em 700 quilos de drogas apreendidas no Aeroporto Internacional de São Paulo. Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal incinerou na manhã desta quarta, 24, em um município localizado no interior de São Paulo, quase 700 Kg de drogas que foram apreendidas no Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos/Cumbica). Do montante incinerado, 97% era cocaína e o restante composto por haxixe, skunk, maconha, anfetaminas, ecstasy e outras drogas.

Após autorização judicial, drogas que deram origem a cerca de 170 inquéritos policiais e que, em sua maioria, foram apreendidas com as ‘mulas do tráfico’, foram destruídas por meio de incineração, em um alto-forno, cedido para este fim.

PF põe fogo em 700 quilos de drogas apreendidas no Aeroporto Internacional de São Paulo. Foto: Polícia Federal

Um comboio composto por policiais federais, do Grupo de Pronta Intervenção (GPI), peritos federais e policiais responsáveis pela guarda das drogas, deslocou-se até a cidade onde, na presença de testemunhas e de funcionários da vigilância sanitária local, realizaram a destruição das drogas.

PF põe fogo em 700 quilos de drogas apreendidas no Aeroporto Internacional de São Paulo. Foto: Polícia Federal

Tendências: