PF pega 6,2 toneladas de maconha, a maior apreensão do ano

PF pega 6,2 toneladas de maconha, a maior apreensão do ano

Ação no interior de Goiás barrou caminhão com a carroceria carregada da droga que partiu de Capitán Bado, no Paraguai

Fábio Serapião/BRASÍLIA

13 Novembro 2017 | 16h02

Foto: PF

A Polícia Federal informou nesta segunda-feira, 13, que uma ação realizada no interior de Goiás pode ter apreendido a maior quantidade de maconha durante todo o ano. Em nota, a PF relatou que a carga estava na caçamba de um caminhão, encoberta por placas de grama. Por volta das 15h30, a droga estava sendo pesada.

OUTRAS DO BLOG: + Juiz vê ‘má-fé’ de empregado e decide por ‘aplicação imediata’ da nova Lei Trabalhista

Laboratório condenado por soro contaminado que matou criança, decide STJ

Foto: PF

Foto: PF

Foto: PF

Cinco suspeitos foram presos e levados para a Superintendência da PF em Brasília. Eles estavam em dois veículos e faziam, segundo a Federal, a função de batedores da droga.

‘Assessorar alguns políticos é mais comprometedor do que se associar à boca de fumo’, diz delegado da PF

PF vai investigar drone que parou Congonhas

Operação Passe Fácil investiga estelionato no Enem

PF descobre fraudes de R$ 500 mil em benefícios da Previdência

Zé Dirceu em festa

As investigações foram iniciadas em setembro, a partir de informações de ‘uma fonte colaboradora’.

Equipes da PF passaram a monitorar os deslocamentos da quadrilha, que acabou por se dirigir à cidade de Coronel Sapucai/MS, e de lá, para Capitán Bado, no Paraguai, de onde partiu a droga.

A maconha seria entregue a um contato no Distrito Federal, de onde partiria para outras localidades.

A ação policial se desenrolou por diversas cidades de Mato Grosso do Sul e Goiás e mobilizou várias equipes.

A PF informou que os agentes federais acompanharam ‘todos os passos’ dos criminosos, a fim de conhecer o modo de atuação do grupo e definir o melhor momento para a realização das prisões.

Foto: PF

Mais conteúdo sobre:

Polícia FederalTráfico de drogas