PF mira suposto responsável por um dos maiores fóruns de pornografia infantil

PF mira suposto responsável por um dos maiores fóruns de pornografia infantil

Redação

09 de setembro de 2020 | 10h30

Foto: PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta, 9, a Operação Desvelado para investigar um homem de 50 anos que mora em Araçatuba, no interior de São Paulo, apontado pela Interpol da França como suposto responsável pela manutenção de um dos maiores fóruns em língua portuguesa de pornografia infantil da Deepweb.

Segundo a Polícia Federal, o investigado não só disponibilizava a plataforma para pedófilos em todo o mundo, mas também publicava grande quantidade de vídeos e fotos de si próprio estuprando vítimas diversas – meninas de 5 a os 12 anos. Sua filha está na lista de prováveis vítimas, diz a corporação.

A PF conseguiu identificar o responsável pelos estupros gravados e exibidos na rede mundial de computadores, por meio de técnicas de investigação cibernética. A corporação informou que o fórum e outras plataformas criadas pelo investigado já eram conhecidos das polícias de inúmeros países.

O nome da operação, Desvelado, faz referência à ‘união de esforços e a cooperação policial internacional propiciou a revelação da identidade do investigado’, indicou a PF.

A corporação diz que até o momento não há indicação da participação de terceiros, sendo que tal possibilidade será ainda esclarecida pela análise da mídia apreendida no local e pela oitiva dos envolvidos (agressor, vítimas e familiares).

A Polícia Federal ressaltou ainda que apura provável comercialização de parte do acervo criminoso produzido pelo investigado.

O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão e o de estupro de vulneráveis prevê de 8 a 15 anos de prisão, indicou a corporação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: