PF manda torcedor de volta para Argentina

Integrante do grupo Barra Brava tentou desembarcar em Guarulhos (SP)

Lilian Venturini

10 Junho 2014 | 14h37

por Fausto Macedo e Mateus Coutinho

A Polícia Federal proibiu a entrada no País de um torcedor argentino integrante do grupo Barra Brava, conhecido por atos violentos em jogos de futebol.

O torcedor foi flagrado nesta segunda feira, 9, quando desembarcava no Aeroporto Internacional de Cumbica/Guarulhos (SP).

Formalmente, a PF inadmitiu a entrada do torcedor argentino cujo nome constava de uma lista de integrantes do Barra Brava.

Ele desembarcou por volta de 9hs em voo proveniente da cidade de Rosário (Argentina) e tinha a cidade do Rio de Janeiro como destino final.

Na cabine de imigração do Aeroporto ele foi identificado como integrante de uma lista de pessoas pertencentes ao Barra Brava.

A lista foi encaminhada ao Brasil pela Interpol, em cooperação policial internacional entre as polícias brasileira e argentina, com o objetivo de prevenir atos de violência durante os jogos da Copa do Mundo.

A PF informou que o argentino já esteve no Brasil em outras oportunidades e foi reembarcado para o seu país às 22hs desta segunda feira, 9.

Mais conteúdo sobre:

Copa do MundoPolícia Federal