PF indicia homem que expôs filho do senador Fabiano Contarato nas redes sociais

PF indicia homem que expôs filho do senador Fabiano Contarato nas redes sociais

Policiais federais concluíram que autor da postagem cometeu crime de injúria

Redação

23 de novembro de 2021 | 08h11

Fabiano Contarato. FOTO: GABRIEL LORDELLO/ESTADÃO

Fabiano Contarato acionou a PF pedindo investigação de publicação. FOTO: GABRIEL LORDELLO/ESTADÃO

A Polícia Federal decidiu indiciar o homem que expôs o filho menor de idade do senador Fabiano Contarato (Rede-ES) em uma publicação no Facebook. Depois de ouvir o autor da postagem, os investigadores concluíram que ele cometeu crime de injúria, qualificada por se dirigir a funcionário público, em razão de suas funções, e na internet.

O homem fotografou o parlamentar ao lado do filho, de 7 anos, em uma praia em Vila Velha, no Espírito Santo. A imagem foi compartilhada na rede social com ataques ao senador, chamado de ‘infeliz’ e ‘sem vergonha’ e acusado de usar o ‘filho adotivo para fazer marketing’.

O próprio Contarato procurou a PF na semana passada para registrar o boletim de ocorrência. Na ocasião, o senador disse a que a publicação é ‘preconceituosa’ e direcionou ‘inadmissível ódio’ ao filho.

Ao prestar depoimento, o autor da publicação, identificado como Giovani Loureiro, se disse arrependido e reconheceu que foi ‘infeliz’ ao atacar Contarato. Também afirmou que a intenção era criticar a atuação política e não o filho do senador. A publicação foi apagada.

Foto: Reprodução

Tudo o que sabemos sobre:

Fabiano Contarato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.