PF flagra anciã de 79 anos na chefia do ‘garimpo do Mamão’, no Araguaia

PF flagra anciã de 79 anos na chefia do ‘garimpo do Mamão’, no Araguaia

Idosa foi identificada como responsável pela exploração mineral ilegal na zona rural de Floresta do Araguaia, no Pará; desde julho, este é o 11.º garimpo interceptado pela Polícia Federal

Pedro Prata

11 de outubro de 2019 | 18h08

A Polícia Federal fechou o Garimpo do Mamão, na zona rural de Floresta do Araguaia, no Pará, em operação de combate à exploração mineral ilegal na manhã desta sexta, 11.

PF já fechou onze garimpos ilegais desde julho. Foto: Nacho Doce/Reuters

No garimpo ilegal estavam quatro funcionários e a responsável pela atividade no local, uma mulher de 79 anos. Ela responderá por crimes ambientais e extração ilegal de minérios.

Oito policiais federais participaram da ação, batizada Operação Retomada V, no âmbito da Operação Verde Brasil – Pará.

Além de instrumentos usados para a mineração, os policiais apreenderam na área do garimpo cinco armas de fogo, do tipo espingarda, de diversos calibres, um colete balístico e uma mira telescópica.

A PF informou que o suspeito de ser o dono do armamento não estava no local, mas foi identificado e responderá pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munições.

A PF já fechou onze garimpos ilegais e prendeu nove pessoas desde julho. Os instrumentos apreendidos nas operações somam valores de R$ 4,5 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia Federalgarimpo [mineração]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.