PF fecha cerco ao tráfico em Congonhas e apreende 25 quilos de cocaína

PF fecha cerco ao tráfico em Congonhas e apreende 25 quilos de cocaína

Polícia Federal intensifica operações no Aeroporto Internacional de São Paulo; na semana passada, agentes e a Receita confiscaram RS 1 milhão em jóias

Júnior Moreira Bordalo e Fausto Macedo

17 de maio de 2022 | 11h03

PF apreende 25 quilos de cocaína em Congonhas. Foto: Divulgação/Polícia Federal

Em nova ofensiva no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, a Polícia Federal apreendeu nesta segunda-feira, 16, um carregamento de 25 quilos de cocaína. A droga, que seria embarcada para a Espanha, estava oculta na estrutura de duas malas que foram inspecionadas pelos agentes federais na Central de Bagagem da companhia aérea. A apreensão da cocaína faz parte de uma escalada de operações da PF no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Congonhas.

Na semana passada, os policiais e a Receita Federal confiscaram malas carregadas de joias avaliadas em RS 1 milhão. A meta da PF é evitar que organizações do tráfico tentem fazer de Congonhas uma rota para remessas de drogas para o exterior, buscando alternativa ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, onde a corporação mantém esquema de investigação que, diariamente, prende traficantes e ‘mulas’ — pessoas aliciadas por quadrilhas para levarem partidas de cocaína para fora do País.

Os 25 quilos de cocaína apreendidos vieram de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, com conexão no Aeroporto Internacional de São Paulo. O destino era a Espanha. Contudo, o passageiro responsável não embarcou para o país europeu e a bagagem foi encaminhada à Central da empresa aérea, em Congonhas, onde foi interceptada pelos agentes federais. Um inquérito policial foi instaurado para apurar a prática do crime de tráfico internacional de drogas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.