PF faz buscas na casa do presidente afastado da Vale

PF faz buscas na casa do presidente afastado da Vale

Fabio Schvartsman é alvo de ordem judicial no âmbito do inquérito do mar de lama de Brumadinho, que conta, até aqui, 229 mortos e, ainda, 48 desaparecidos

Fausto Macedo e Julia Affonso

16 de abril de 2019 | 12h02

Fábio Schvartsman. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Polícia Federal fez buscas nesta terça, 16, na residência do executivo Fábio Schvartsman, presidente afastado da Vale. A ação da PF, em busca de documentos e computadores, foi ordenada pela Justiça Federal (9.ª Vara da Justiça Federal de Belo Horizonte) no âmbito do inquérito que investiga o mar de lama de Brumadinho, com 229 mortes até agora e 48 ainda desaparecidos.

Foi a primeira vez que a PF inspecionou o endereço de Schvartsman, em São Paulo. A Barragem do Córrego do Feijão explodiu no dia 25 de janeiro.

Por recomendação do Ministério Público Federal o executivo está afastado do cargo desde 2 de março.
Ainda em fevereiro, ele declarou à Comissão Externa da Câmara que a Vale ‘é uma joia’ e ‘não pode ser condenada por um acidente’.