PF faz buscas em empresa investigada por venda irregular de doses de ‘vacina contra covid-19’ em Niterói

PF faz buscas em empresa investigada por venda irregular de doses de ‘vacina contra covid-19’ em Niterói

Imunizantes ainda estão sendo desenvolvidos e testados por laboratórios; companhia foi denunciada à Anvisa e não possui autorização ou convênio com autoridades sanitárias e desenvolvedores, diz Polícia Federal

Redação

08 de outubro de 2020 | 13h54

Na manhã desta-quinta-feira, 8, agentes da Polícia Federal fizeram buscas em uma empresa do ramo hospitalar sediada no centro de Niterói, na região metropolitana do Rio, no âmbito de uma investigação aberta para apurar a venda irregular de doses de uma suposta vacina contra a covid-19.

Os testes de imunizantes vem sendo desenvolvidos por diferentes laboratórios ao redor do mundo, mas, até o momento, não há registro de vacina com eficácia comprovada para combater o novo coronavírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou esta semana que espera a conclusão de uma vacina até o final do ano.

Foto ilustrativa: Dado Ruvic/Reuters

A PF iniciou a investigação após o recebimento de uma denúncia contra a empresa pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo a corporação, a empresa investigada, que não teve o nome divulgado, não possui qualquer tipo de autorização ou de convênio com as autoridades sanitárias ou laboratórios desenvolvedores para atuar no processo de desenvolvimento ou comercialização do imunizante.

“A suspeita é de que os responsáveis aproveitavam-se do período de pandemia para criar a ilusão de que já possuiriam a vacina sem que isso fosse a realidade, perpetuando assim a fraude”, informou a Polícia Federal.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia Federalcoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: